COMPREENDI
Mais Médis Bem-estar e Desporto

A importância de recuperar o sono

Atualizado a 30 agosto 2018

Dormir bem. Eis o melhor remédio para recuperar energias e manter o organismo saudável. Mas, muitos de nós, por razões diversas, assumem, erradamente, que dormir não seja algo essencial. A bem da saúde, essa ideia deve ser contrariada.

Um estudo publicado no Journal of Neuroscience sublinha mesmo que, no caso dos adultos, dormir entre sete a oito horas por noite melhora os níveis de concentração, planeamento, memória e equilíbrio hormonal. Por outro lado, a mesma pesquisa refere que negligenciar o ato de dormir provoca défices cognitivos e instabilidade emocional.

Mais: testes efetuados no decorrer dessa pesquisa a cobaias sujeitas a privação do sono revelou que as células cerebrais desses animais entram em colapso por défice de repouso. E, por isso, não produzem antioxidantes suficientes para se regenerar, dando origem ao aparecimento de radicais livres e à morte de neurónios.

Neste artigo, saiba quais os sintomas que resultam de uma série de noites mal dormidas e quais as consequências para a saúde, caso não altere esse hábito. E nunca se esqueça: durma bem, pela sua saúde.

DOENÇAS QUE PERTURBAM O SONO

Além dos maus hábitos de estilo de vida que perturbam o sono, existem algumas doenças que também o fazem. De acordo com dados revelados pelo Serviço Nacional de Saúde, cerca de 45% da população mundial sofre de distúrbios de sono.

A insónia é a perturbação mais comum e estima-se que atinja 20 por cento dos portugueses. Outra perturbação muito comum é a apneia de sono. A boa notícia é que estes problemas são tratáveis e ao senti-los deve dirigir-se ao seu médico. Para melhor os identificar, deixamos uma breve descrição dos mesmos:

ESTRATÉGIAS PARA DORMIR MELHOR

Os maus hábitos de sono são os principais responsáveis por uma diminuição da saúde em geral. Para o contrariar, a World Sleep Society desenvolveu um conjunto de recomendações específicas para conseguir um sono saudável e reparador.

- Estabeleça um horário de dormir e acordar regular e cumpra-o todos os dias, fins de semana incluídos.
- Se tem o hábito de dormir sestas, não exceda os 45 minutos de sono durante o dia.
- Evite a ingestão excessiva de álcool quatro horas antes de dormir, e não fume.
- Evite o consumo de cafeína seis horas antes da hora de dormir. Isto inclui café, chá e vários refrigerantes, assim como o chocolate.
- Evite refeições pesadas, picantes ou sobremesas, quatro horas antes de deitar. Caso queira comer alguma coisa nessa altura do dia, opte por uma refeição ligeira;
- Evite fazer exercício físico até quatro horas antes de dormir.
- Utilize roupa de cama confortável.
- Mantenha o quarto em boas condições para o repouso: temperatura adequada, pouca luz, sem ruído e bem ventilado.
- Use o quarto apenas para dormir, evitando utilizá-lo para trabalho ou recreação em geral.

Relacionados

Ler mais

O meu Seguro de Saúde está aqui

Descarregar a aplicação Médis para o meu smartphone

Coloque o seu telemóvel na vertical

Coloque o seu telemóvel na vertical para navegar no site.

Atualize os seus

contactos

Para que possa avançar para a sua área pessoal, por favor, atualize os seus contactos.

Esta atualização irá permitir-lhe receber notificações sobre o estado dos seus pedidos de Reembolsos e Pré-Autorizações.

Atualizar