image
COMPREENDI
image
voltar Saúde e Medicina

Alzheimer, uma doença difícil de diagnosticar e ainda sem cura

Atualizado a 20 setembro 2019

Dia mundial do Alzheimer
(21 setembro)

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, em todo o mundo, existam 47,5 milhões de pessoas com demência, número que pode atingir os 75,6 milhões em 2030 e quase duplicar em 2050 para os 135,5 milhões.

A doença de Alzheimer assume, neste âmbito, um lugar de destaque, por representar cerca de 60 a 70% de todos os casos de demência, segundo dados também divulgados pela OMS.

Estima-se que, em Portugal, a doença de Alzheimer afeta cerca de 60 mil pessoas.

Sinais de alerta

  • Esquecer-se de parte ou da totalidade de um acontecimento.
  • Perder, progressivamente, a capacidade de seguir indicações verbais ou escritas.
  • Perder, gradualmente, a capacidade de acompanhar a história de uma novela ou filme.
  • Esquecer-se, progressivamente, de informação que conhecia, como dados históricos ou políticos.
  • Perder, pouco a pouco, a capacidade de lavar-se, vestir-se ou alimentar-se, autonomamente.
  • Ir perdendo a capacidade de tomar decisões.
  • Tornar-se cada vez mais incapaz de gerir o seu orçamento.
  • Não saber em que data ou estação do ano está.
  • Ter dificuldades em manter uma conversa, não conseguindo manter o raciocínio ou lembrar-se das palavras.
  • Esquecer-se do local onde guardou um objeto e não ser capaz de fazer o processo mental retrativo para se lembrar.

Pode também ler

Ler mais

O meu Seguro de Saúde está aqui

Descarregar a aplicação Médis para o meu smartphone

Coloque o seu telemóvel na vertical

Coloque o seu telemóvel na vertical para navegar no site.

Atualize os seus

dados

Para que possa avançar para a sua área pessoal, atualize por favor os seus dados.

Esta atualização irá permitir-lhe receber notificações sobre os seus Reembolsos e Pré-Autorizações.

Atualizar