image
COMPREENDI
image
Mais Médis Dieta e Nutrição

Castanhas: um fruto cheio de nutrientes

Atualizado a 15 novembro 2018

Chega o outono e, com ele, o cheiro a castanhas assadas nas ruas portuguesas. Meia dúzia, uma dúzia… petiscamo-las sem, muitas vezes, termos noção de que estamos perante um fruto nutricionalmente rico e que, afinal, pode ser consumido sem grandes culpas — desde que com conta, peso e medida.

Em tempos idos as castanhas chegaram a ser consideradas o “pão dos pobres”. Hoje, encaramo-las como uma “guloseima” de outono. Neste artigo explicamos-lhe o que um pacote de castanhas pode fazer pela sua saúde.

Fruto milenar

As castanhas não são um fruto recente. Pelo contrário, contam com mais de 90 milhões de anos, remetendo-nos para a região leste do Mediterrâneo. Foi a partir daqui que o castanheiro (Castanea sativa Mill.) se começou a espalhar pela Europa.

Hoje, em Portugal, existem várias áreas geográficas com produção de castanhas de elevada qualidade. É o caso da região da Serra da Padrela, Marvão-Portalegre, Trancoso e Terra Fria Transmontana.

Como consumir

Além de serem um alimento com vários compostos nutricionais, as castanhas têm ainda a vantagem de poderem ser consumidas de várias formas. Há quem as prefira cruas, cozidas com erva doce ou assadas. Mas a sua versatilidade em termos gastronómicos não se limita a serem ingeridas isoladamente.

Elas podem ser confecionadas como acompanhamento de pratos, em substituto do arroz, da massa ou da batata. São também indicadas para base de sopas ou para a elaboração de sobremesas e bolos.

Relacionados

Ler mais

O meu Seguro de Saúde está aqui

Descarregar a aplicação Médis para o meu smartphone

Coloque o seu telemóvel na vertical

Coloque o seu telemóvel na vertical para navegar no site.

Atualize os seus

contactos

Para que possa avançar para a sua área pessoal, por favor, atualize os seus contactos.

Esta atualização irá permitir-lhe receber notificações sobre o estado dos seus pedidos de Reembolsos e Pré-Autorizações.

Atualizar