image
COMPREENDI
image
voltar Cancro

Teste de sangue em vez de mamografia

Atualizado a 22 abril 2019

dispensa a exposição à radiação e é mais económico

O projeto de investigação está a ser desenvolvido no Hospital Universitário de Heidelberg, na Alemanha. Sarah Schott, responsável da equipa que desenvolveu o teste intitulado HeiScreen, anuncia que este está pronto para entrar no mercado ainda este ano.

O teste dispensa a exposição à radiação e já identificou 15 tipos diferentes de células de cancro da mama.

Trata-se de uma nova técnica que dispensa a exposição à radiação e que poderá substituir com vantagem as mamografias, sobretudos nas mulheres com menos de 50 anos, segundo aquela investigadora.

O teste HeiScreen, definido como "uma biopsia líquida" e "não invasiva", já identificou 15 tipos diferentes de células de cancro da mama. A sua utilização permite detetar o cancro antes de este ser visível através do RX ou da ecografia, afirmam os investigadores. Além disso, é mais económico e pode ser realizado em qualquer laboratório.

Segundo os investigadores, a nova técnica é mais económica e permite detetar o cancro antes de este ser visível através da radiografia ou ecografia.

Testado em 900 mulheres, 500 das quais com cancro de mama, durante um ano, o HeiScreen pode também detetar metástases de cancros em recidiva. Nas mulheres com idade inferior a 50 anos, a sua fiabilidade é de 86%, diminuindo para 60% nas mulheres com mais de 60 anos.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 627 000 pessoas morreram, em 2018, de cancro da mama em todo o mundo.

Números do último relatório da OCDE sobre saúde, publicado em novembro, indicam que Portugal terá uma das taxas mais baixas de incidência dos 36 países daquela organização, apontando para 50 mil novos casos em 2018, 492 por 100 mil habitantes

Como muitos outros tipos de cancro, a prevenção e o diagnóstico precoce do cancro da mama contribuem de forma importante para reduzir a mortalidade, aumentando, nalguns casos, a hipótese de sobrevivência para 100%.

Os produtos indicados no artigo poderão não estar cobertos pelo seguro de saúde, assim deverá ver as condições do seu contrato.

Tenho Cancro. E depois? é um projeto editorial da SIC Notícias com o apoio da Médis.

Proteção Oncológica Reforçada

Uma nova forma de lutar contra o cancro

  10 image

Pode também ler

Ler mais

Descarregar a aplicação Médis para o meu smartphone

O meu Seguro de Saúde está aqui

Coloque o seu telemóvel na vertical

Coloque o seu telemóvel na vertical para navegar no site.

Atualize os seus

dados

Para que possa avançar para a sua área pessoal, atualize por favor os seus dados.

Esta atualização irá permitir-lhe receber notificações sobre os seus Reembolsos e Pré-Autorizações.

Atualizar