image
COMPREENDI
image
voltar Cancro

Cancro: Sente-se ansioso devido ao novo coronavírus? Siga estas medidas

Atualizado a 07 abril 2020

Recomendações

A atual pandemia pelo novo coronavírus (COVID-19) pode acrescentar ainda mais ansiedade, incerteza e preocupação aos doentes oncológicos, familiares e cuidadores. Algumas recomendações para o ajudar a lidar com a ansiedade e aumentar a sensação de bem-estar, durante o período da pandemia COVID-19 e em situação de isolamento:

  • É normal sentir-se triste, ansioso, confuso e até revoltado. Tente partilhar as suas preocupações e o que o está a deixar mais ansioso com aqueles que lhe são mais próximos. Saber que não está sozinho e o ter alguém que o escute pode ajudá-lo a lidar melhor com a situação.
  • As nossas preocupações são fruto dos nossos pensamentos. E os pensamentos são apenas isso, pensamentos, que vêm à nossa mente e vão. Não são factos e podem não corresponder totalmente à realidade. A preocupação é alimentada pela forma como pensamos, pelo que coloque em perspetiva a sua forma de pensar durante este momento crítico, e tente diminuir o tempo em que se mantém focado nas suas preocupações;
  • Tenha em mente que não conseguimos viver no futuro. Apenas podemos viver no momento presente e é no presente, e no que podemos fazer no presente, que nos devemos focar. Nada dura para sempre e também a situação atual irá passar;
  • Tenha uma visão crítica em relação à informação veiculada na comunicação social, redes sociais e internet. Alguma informação é sensacionalista e pode não ser verdadeira. Procure informar-se através de fontes credíveis e fidedignas, nomeadamente as Entidades oficiais, como o Serviço Nacional de Saúde e a Direção Geral da Saúde. Pode também consultar informação importante no website da Sociedade Portuguesa de Oncologia, da Liga Portuguesa Contra o Cancro, da Ordem dos Psicólogos e dos Hospitais ou IPO onde é acompanhado;
  • Limite o tempo que passa a falar sobre o assunto e/ou a consumir informação, pois o medo e o pânico podem ser tão perigosos como o coronavírus. Todos os dias mantenha períodos de 1h ou 2h sem aceder a qualquer informação;
  • Passe tempo com a família e amigos. Mesmo sendo exigido um distanciamento social e a permanência em casa, pode aproveitar para enviar mensagens e fazer mais telefonemas e videochamadas. Caso tenha internet, pode também enviar emails ou até mesmo juntar-se a grupos de apoio online;
  • Mantenha um estilo de vida ativo e saudável. Procure dormir bem (entre 7 a 9 horas, recomendações para adultos), faça exercício físico regular e mantenha uma alimentação saudável. Não fume e não consuma álcool nem drogas na tentativa de lidar com as emoções negativas e as preocupações do dia-a-dia;
  • Ponha em prática uma rotina diária. Quando for possível saia um pouco de casa, apanhe ar fresco, se tiver um jardim vá até lá, ou simplesmente sente-se à entrada de sua casa por uns momentos (mantendo sempre a distância de segurança para sua proteção e dos outros).
  • Procure distrair-se com atividades de prazer e/ou que o ajudem a relaxar, como por exemplo, ler um livro, ver filmes ou acompanhar uma série. Aproveite ainda para fazer coisas que há muito desejava fazer como experimentar receitas novas, selecionar roupas, reorganizar os armários, mudar a decoração de alguns espaços da sua casa, entre outras; • Envolva-se em atividades que o animem e ajudem a rir. Por exemplo, converse com pessoas positivas e bem-humoradas, assista a filmes de comédia ou jogue jogos em família (se não for desaconselhado no seu caso em particular);
  • Foque-se na espiritualidade e naquilo que dá sentido e significado à sua vida. Aproveite para disfrutar do contato com a natureza, escreva um diário, medite, faça exercícios de relaxamento ou trabalhos manuais, pintura, etc.;
  • Procure manter-se positivo e confiante. Mantenha uma perspetiva otimista sobre o futuro, ainda que consciente das suas vicissitudes. Foque-se nas experiências positivas da sua vida, por exemplo, lembre-se que já conseguiu enfrentar com sucesso outras situações negativas no passado, incluindo o diagnóstico de cancro. Por isso, irá também conseguir lidar com esta situação que todos atravessamos;
  • Se se sentir muito ansioso ou perturbado pode sempre recorrer à ajuda de um psicólogo. Para isso poderá ligar para a Linha de Apoio da Liga Portuguesa Contra o Cancro (Linha Cancro - 808 255 255) ou diretamente para cada um dos seus núcleos regionais.

Experimente este exercício de respiração para o ajudar a sentir-se mais calmo

Uma forma de combater a ansiedade é procurar focarmo-nos no momento presente, dirigindo a nossa atenção para a nossa respiração. Uma respiração lenta permite reduzir os sintomas de ansiedade e conduz a um estado de relaxamento. Podemos desacelerar a nossa respiração procurando respirar profunda e lentamente. Isto conduz a uma diminuição do ritmo cardíaco, o que leva o corpo a acalmar. Quando o corpo acalma, a mente começa também a ficar mais calma. Para respirar lenta e profundamente siga os seguintes passos:

1) Inspire durante 4 segundos;

2) Faça uma pausa por 2 segundos;

3) Expire por 5/6 segundos;

4) Faça uma pausa por 2 segundos;

5) Repita este processo pelo tempo que for necessário até que se sinta mais calmo.

Fontes: American Cancer Socierty Cancer Research UK, National Cancer Control Programme, National Comprehensive Cancer Network, Ordem dos Psicólogos Portugueses e Sociedade Portuguesa de Oncologia

Tenho Cancro. E depois? é um projeto editorial da SIC Notícias com o apoio da Médis.

Proteção Oncológica Reforçada

Uma nova forma de lutar contra o cancro

  10 image

Pode também ler

Ver mais artigos

App Médis: o seu Serviço Pessoal de Saúde sempre consigo.

O meu Seguro de Saúde está aqui

Coloque o seu telemóvel na vertical

Coloque o seu telemóvel na vertical para navegar no site.

Atualize os seus

dados

Para que possa avançar para a sua área pessoal, atualize por favor os seus dados.

Esta atualização irá permitir-lhe receber notificações sobre os seus Reembolsos e Pré-Autorizações.

Atualizar