image
COMPREENDI
image
voltar Cancro

Cancro: Contra o sedentarismo, mexa-se!

Atualizado a 06 maio 2020

proteja a saúde do seu coração

A Associação de Investigação e Cuidados de Suporte em Oncologia (AICSO) alerta para este problema e dá sugestões para ajudar as pessoas que sofrem de doenças oncológicas a promover hábitos de exercício físico.

Doentes oncológicos

Para contrariar o sedentarismo no seu quotidiano, pode aplicar as seguintes medidas: “Evite permanecer mais de 30 minutos na posição de sentado, reclinado ou deitado, durante os períodos em que estiver acordado; Levante-se e caminhe pela casa enquanto conversa ao telemóvel, por exemplo. Procure alternar posições (sentado ou em pé) enquanto realiza tarefas como a leitura, por exemplo; Participe nas tarefas domésticas como estender a roupa ou colocar a roupa na lavandaria, lave a louça, faça as camas ou vá levar o lixo. Estas são tarefas que o obrigam a exercitar algumas partes do corpo; Deixe o telefone, comando ou equipamentos eletrónicos em pontos distantes para o obrigar a levantar-se; Reparta a atividade aeróbia de intensidade moderada em períodos de 10 a 20 minutos entre 2 a 3 vezes por dia. Se optar por caminhar no exterior mantenha a distância de segurança dos restantes caminhantes; Escolha as atividades que pode realizar dentro de casa como dançar, subir e descer escadas ou andar em passo acelerado; Para manter a aptidão muscular pode realizar exercícios com recurso a pesos improvisados, como garrafas de água ou embalagens de arroz; Para se manter ativo poderá ainda envolver-se em atividades domésticas, brincar ou realizar jogos ativos com as crianças ou realizar atividades no exterior como por exemplo tratar do jardim ou bricolage.”

Sobreviventes

No caso dos sobreviventes de cancro, está indicada a realização de três sessões de atividade aeróbia moderada ou vigorosa por semana com a duração de 30 a 60 minutos, que pode ser combinada com duas a três sessões por semana de exercícios de força. “A atividade permite melhorar os sintomas de fadiga, ansiedade e depressão, assim como os níveis de aptidão física e qualidade de vida”, segundo Alberto Alves, professor e doutorado em atividade física e saúde.

As novas tecnologias também são, hoje, um precioso contributo na facilidade de acesso a diversos tipos de sessões de exercício.

“Para além dos benefícios a nível físico, também as componentes psicológica e emocional, seguramente mais fragilizadas nesta fase, podem beneficiar da prática regular de exercício físico”, sublinha a médica Ana Joaquim, presidente da AICSO.

Tenho Cancro. E depois? é um projeto editorial da SIC Notícias com o apoio da Médis.

Proteção Oncológica Reforçada

Uma nova forma de lutar contra o cancro

  10 image

Pode também ler

Ver mais artigos

App Médis: o seu Serviço Pessoal de Saúde sempre consigo.

O meu Seguro de Saúde está aqui

Coloque o seu telemóvel na vertical

Coloque o seu telemóvel na vertical para navegar no site.

Atualize os seus

dados

Para que possa avançar para a sua área pessoal, atualize por favor os seus dados.

Esta atualização irá permitir-lhe receber notificações sobre os seus Reembolsos e Pré-Autorizações.

Atualizar