image
COMPREENDI
image;
voltar Cancro

"A investigação em cancro não pode parar"

Atualizado a 21 abril 2020

Joana Paredes, presidente da ASPIC

Grande número de investigadores portugueses que trabalham na área do cancro estão atualmente impedidos de prosseguir trabalho de campo e laboratorial, devido aos constrangimentos impostos pelo período de contingência do COVID 19.

Numa mensagem dirigida aos sócios, no site da ASPIC, Joana Paredes apela aos investigadores para manter a motivação. Apesar dos constrangimentos do momento atual que não permitem o trabalho em laboratório, é importante continuar a “escrever e rever artigos, pensar em projetos novos, discutir ideias e analisar dados com uma atenção redobrada”, mantendo as reuniões de grupo e a união, refere.

“Infelizmente, a investigação em cancro não pode parar, pois a taxa de mortalidade é muito superior àquela que é provocada pela infeção pelo COVID-19”, alerta. “Mais do que nunca precisamos de estar unidos e de colaborar.”

Leia a mensagem de Joana Paredes aqui.

Tenho Cancro. E depois? é um projeto editorial da SIC Notícias com o apoio da Médis.

Proteção Oncológica Reforçada

Uma nova forma de lutar contra o cancro

  10 image

Pode também ler

Ver mais artigos

App Médis: o seu Serviço Pessoal de Saúde sempre consigo.

O meu Seguro de Saúde está aqui

Coloque o seu telemóvel na vertical

Coloque o seu telemóvel na vertical para navegar no site.

Atualize os seus

dados

Para que possa avançar para a sua área pessoal, atualize por favor os seus dados.

Esta atualização irá permitir-lhe receber notificações sobre os seus Reembolsos e Pré-Autorizações.

Atualizar